Entenda já o que Data Mining!

Hoje em dia, há cada vez mais dados a disposição: só um usuário médio de smartphone cede informações sobre localização, horário e forma de uso, entre tantas outras. Quando se trata de uma empresa, a quantidade de dados disponíveis é muito maior e a principal dificuldade é: criar relações relevantes entre os dados mais importantes? É aí que entra a mineração de dados, ou Data Mining (DM)!

Quer saber como Data Mining funciona e como ela pode contribuir para o seu negócio? Acompanhe o post de hoje!

O que é Data Mining?

A mineração de dados é um processo que tem como objetivo a análise de grandes volumes de dados. Mas não é simplesmente um processo de pesquisa e organização de registros. DM faz parte da ciência de dados, uma disciplina do conhecimento que investiga como criar sentido a partir de dados brutos, sejam eles valores em planilhas ou dados comportamentais.

Sendo assim, a mineração de dados tem como foco a criação de relações entre esses dados para produzir informações úteis para uma empresa. Com um volume tão grande quanto o Big Data, as possibilidades de informações produzidas pela mineração de dados são infinitas.

Como data mining é um tema que está sendo cada vez mais discutido pelas empresas, a cada dia surgem novas ferramentas. Esses softwares usam metodologias que misturam instrumentos como estatística e inteligência artificial para gerar informações mais relevantes por meio do reconhecimento de padrões. A seguir, vamos explicar como a DM pode fazer contribuições importantes para as empresas a conhecer melhor seus clientes e o mercado.

1. Análise de comportamento do cliente

Por meio de uma análise de informações históricas da empresa a mineração de dados pode traçar um perfil bem apurado dos clientes. Isso é possível, por exemplo, devido a agrupação de registros por semelhança. Além disso, DM pode ajudar a entender melhor o comportamento do cliente por meio da análise das relações entre variáveis e registros, com a criação de grupos de afinidade entre diferentes clientes com base no seu comportamento.

Um exemplo: os sistemas das lojas de varejo online criam sugestões de produtos a partir do registro de compras dos clientes, o que usa dos grupos de clientes com características ou históricos similares. Outro exemplo são as empresas de cartão de crédito, que podem usar da análise de dados de um cliente para verificar fraudes, Para isso, é verificado se houve um desvio no comportamento de compra regular do consumidor.

2. Previsões sobre o comportamento do mercado

Com uma ampla quantidade de informações sobre a situação do mercado, a mineração de dados pode ser usada para identificar padrões e prever qual é o momento certo para uma expansão, por exemplo. Essas informações podem ser cruzadas com as da empresa para criar previsões mais certeiras.

As previsões vão desde a identificação das possibilidades de acontecimento até análises regressivas que identificam a relação entre duas variáveis. Além disso, há a mensuração das relações entre as variáveis ao longo do tempo, que torna a identificação de padrões mais precisa. A análise é gerada com o uso inteligência artificial e aprendizado de máquina, uma tecnologia que tem avançado cada vez mais.

Como uma área relativamente recente, a mineração de dados tem crescido cada dia mais, junto da expansão de outros usos de Big Data e Business Intelligence. O que você acha do uso de DM para melhorar o seu negócio? Tem alguma dúvida sobre como funciona data mining? Deixe um comentário no post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber conteúdos exclusivos para alavancar seu negócio?

Quer receber conteúdos exclusivos para alavancar seu negócio?

Preencha o campo abaixo e receba direto em seu e-mail novidades do mercado para sair na frente dos seus concorrentes. 

Seu cadastro foi realizado com sucesso!