Aprenda como reduzir custos por meio de dados na gestão de pessoas

Em um contexto de crise, é natural que os gestores procurem conter os gastos dentro das empresas. Mas, quando se pensa em reduzir custos na gestão de pessoas, deve-se redobrar o cuidado, pois, se ocorrem cortes de forma equivocada, a organização pode enfrentar dificuldades antes inexistentes.

Assim, a redução de custos deve ser precedida de uma análise dos dados da instituição, considerando a performance dos setores e a identificação das falhas, que podem se relacionar a baixa produtividade, excesso de pessoal ou gastos desnecessários.

Neste post, vamos indicar como a análise de dados pode ajudar a reduzir custos na gestão de pessoas. Boa leitura!

Desenvolva uma cultura de resultados

Toda empresa precisa de uma cultura de resultados que reflita a sua própria realidade a fim de engajar seus funcionários.

Com orientação para resultados, tarefas adequadamente delegadas e definição clara de objetivos, certamente o seu time vai se tornar muito mais produtivo. Além disso, quando os gestores e a equipe têm a exata noção das metas a serem atingidas, é possível mensurar os resultados. E uma boa opção é usar a tecnologia para isso.

Muito mais eficaz do que reuniões periódicas de acompanhamento, softwares podem reunir os dados sobre a produtividade de cada funcionário de forma bastante objetiva, cabendo ao gestor fazer a análise dessas informações.

Utilize ferramentas para medição dos resultados

Defina os KPIs envolvidos na gestão de pessoas, como os indicadores de produtividade — que pode ser medida por hora/colaborador — e de qualidade — que demonstra não conformidades em produtos e processos, entre outros.

Uma vez definidos os indicadores, utilize o Big Data para realizar as medições e comparar resultados. Além de garantir objetividade nas análises, os dados resultantes são importantes para alinhar processos produtivos, pois com dados precisos, é possível traçar cronogramas factíveis e estratégias para o cumprimento das metas.

Dessa forma, é possível dimensionar adequadamente a sua equipe, que vai trabalhar orientada para os resultados, diminuindo tempo ocioso.

Aposte em Big Data para tomada de decisão

Até então, verificamos que é necessária uma mudança cultural na empresa, instituindo-se uma cultura de resultados que vai engajar os funcionários, e também um monitoramento de processos, quando se colhem informações importantíssimas sobre resultados alcançados e também intercorrências durante a cadeia produtiva.

No entanto, dados não falam por si e não têm valor se não forem analisados. Assim, vemos como é indicada a utilização de Big Data.

O Big Data permite colher os dados mais variados sobre cada colaborador e ainda centraliza as informações, proporcionando ao gestor uma visão holística da sua equipe. Essa visão vai ajudar a gestão de pessoas em processos muito importantes, como recrutamento e seleção, treinamentos corporativos e retenção de talentos.

Recrutamento e seleção

Tendo a possibilidade de se cruzar dados variados, o responsável pelo recrutamento e seleção pode mapear toda a trajetória de um colaborador, desde o recrutamento — por qual meio ele chegou à empresa, quais foram os pontos fortes no momento da seleção —, até o desenvolvimento dele no ambiente de trabalho e, no caso de um desligamento, quais foram os motivos que o levaram a isso.

Uma análise constante de dados dessa natureza permite traçar um perfil mais adequado para novas contratações para a organização.

Treinamentos corporativos

Muitas vezes, as informações sobre produtividade podem revelar problemas que podem ser solucionados por treinamentos corporativos. Se determinado setor demonstra dificuldade na utilização de uma ferramenta e isso impacta nos resultados, cabe ao gestor propor uma capacitação para a equipe, a fim de sanar esse problema.

Retenção de talentos

Além de informações sobre produtividade, esse recurso pode indicar, por exemplo, que, dadas as qualificações e interesses, determinado funcionário tem um potencial de crescimento grande dentro da companhia. Então, muitas vezes, é mais benéfico treinar essa pessoa para que ela torne-se uma liderança em vez de iniciar um processo seletivo para procurar um talento fora da empresa.

Vimos claramente como o Big Data pode ser importante para reduzir custos na gestão de pessoas. No entanto, seu uso deve ser encorajado em vários setores da empresa, pois ele é capaz de reunir informações muito úteis para os mais variados segmentos.

Se ainda tem alguma dúvida sobre a utilização dessa tecnologia, comente neste post e vamos dialogar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber conteúdos exclusivos para alavancar seu negócio?

Quer receber conteúdos exclusivos para alavancar seu negócio?

Preencha o campo abaixo e receba direto em seu e-mail novidades do mercado para sair na frente dos seus concorrentes. 

Seu cadastro foi realizado com sucesso!