5 erros comuns no uso de Big Data para evitar

Já falamos aqui no blog sobre como a ciência de dados pode revolucionar sua empresa, além das melhores maneiras de implementar o Big Data em um empreendimento. No entanto, ainda existem diversos erros que empreendedores cometem ao trabalhar com esse conceito.

Mas você sabe o que deve ser evitado? Acompanhe o post e confira os 5 erros mais comuns que você deve evitar no uso de Big Data:

1. Captar dados de pouca importância

De todos os erros comuns ao se trabalhar com Big Data, esse talvez seja o principal deles. Antes de iniciar a captação de dados e a compilação de forma a agregar resultados relevantes, é preciso se planejar.

Quais serão os objetivos da pesquisa? Quais métricas são mais relevantes para os propósitos de seu empreendimento? Uma verdadeira business intelligence deve ter essas questões em mente ao realizar a captura de dados, evitando assim perda de tempo e de esforços de pesquisa.

2. Não entender o conceito de correlação

Na temática de Big Data, há diferenças consideráveis entre os conceitos de correlação e consequência. Enquanto alguns dados podem representar, necessariamente, causa e efeito, outros são na verdade fruto de uma série de parâmetros e aspectos que devem ser analisados em conjunto.

Ou seja, não confunda causa e efeito (que ocorre quando um resultado é consequência de uma ação) com correlação (que representa a força e o direcionamento de uma variável em relação à outra). Caso contrário, você poderá acabar com diagnósticos falsos em mãos, o que acarreta decisões errôneas e pouco estratégicas.

3. Problemas na estratégia empresarial

Por falar em estratégia, essa é outra questão que muitos empreendedores negligenciam ao desenvolver suas pesquisas com Big Data. Se você está implementando análises desse tipo em um empreendimento, é preciso formular estratégias de relação entre uma pesquisa e outra.

Assim, você consegue resultados mais complexos, que se complementam, em vez de análises isoladas entre si e menos valiosas para sua estratégia empresarial.

4. Não contar com uma equipe especializada

Seja uma equipe interna de trabalho, seja por meio da contratação de uma equipe terceirizada, é imprescindível contar com o know how de profissionais especializados em ciência de dados. Caso contrário, as expectativas em relação ao projeto podem acabar sendo frustradas e muito do seu investimento ser em vão.

5. Não utilizar os dados na tomada de decisão

De nada adianta investir em Big Data se você não utiliza seus resultados nos processos de tomada de decisão. É muito comum que empreendedores mais tradicionais e avessos a mudanças cometam esse erro. Em vez disso, confie no que as novas tecnologias de análise de dados podem fazer por você!

O objetivo deste post é apontar erros comuns na implementação e uso de Big Data para serem evitados. Para isso, podemos considerar: captar dados de pouca importância, não entender o conceito de correlação, problemas na estratégia empresarial, começar com muita ambição, etc.

E você? Como tem utilizado o Big Data em seu dia a dia? Sabendo quais erros evitar, fica mais fácil otimizar suas ações! Se ainda tiver dúvidas ou sugestões sobre esse tema, compartilhe com a gente aqui nos comentários. Participe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *